Coletivo Fluxo abre sua sede no Bairro Santa Tereza e oferece a casa a artistas e interessados em trabalhar com cultura

Thaís Pacheco – Estado de Minas 06/07/2011

Diego Hemetrio, Carou Araújo, Amanda Mulinari, Ana Pedrosa e Raphael Rodrigues, no Espaço Fluxo

Era o ano de 2008 quando nove amigos de 20 e poucos anos se reuniram para realizar trabalhos artísticos. Juntos, artistas plásticos, fotógrafos, jornalistas e arquitetos. Em 2009, fizeram um evento na Casa do Estudante, em BH, mostrando várias formas de arte. Foi então que a turma decidiu se organizar em forma de coletivo, e se batizou de Fluxo. No sábado, o Coletivo Fluxo deu um passo ousado: abriu seu próprio espaço, no Bairro de Santa Tereza. Com apoio do Sebrae para consultoria nas áreas de finanças, marketing e logística, o Espaço Fluxo tem como objetivo ser casa de cultura. “Queremos estar sempre acessíveis às pessoas, contribuir. Levar magia para todos. É como se existisse uma barreira enorme entre o trabalho de arte e o público. Queremos romper com isso.”, diz Ana Pedrosa, de 26 anos, artista plástica e uma das integrantes do coletivo.

Ana é responsável pelos núcleos de gestão e artes plásticas do espaço. Ao todo são sete núcleos, incluindo ainda comunicação, vendas (de acessórios artísticos e galeria de arte), gastronomia (com cozinha conceitual), música, foto e vídeo. O espaço é grande e tem muitas possibilidades e ideias. Oficinas, ateliê aberto, debates, workshops, palestras, seminários, mostras de vídeo, festivais, exposições, peças de teatro e apresentações musicais estão nos projetos da casa, que tem quintal, oito quartos, duas salas, três banheiros e cozinha.

CONSUMIR OU PRODUZIR
O que o Fluxo quer é se tornar lugar democrático, onde todos possam entrar e consumir ou produzir. Se você tem um projeto, basta bater na porta e oferecê-lo. Se é artista, já pode participar do ateliê de cerâmica, pintura e serigrafia em andamento. É só chegar e começar a trabalhar. Se você estiver simplesmente passando pela rua, poderá entrar para observar ou almoçar no restaurante (que começa a funcionar em breve).

A intenção do Espaço Fluxo é ser sustentável e abrir eventos ao público a preços simbólicos. Para isso, pretende contar com ajuda financeira do governo e de instituições privadas. Querem, além de se manter, democratizar. “O grande intuito é que o espaço receba projetos de todas as vias. Não queremos que seja apenas para o Fluxo ou só o que desejamos mostrar. Estamos abertos para todos que quiserem chegar e desenvolver”, garante Ana.

Espaço Fluxo
Rua Bueno Brandão, 259, Bairro Santa Tereza, (31) 2535-2676
Depois de fechar as portas no domingo, segunda e terça, hoje o Espaço Fluxo começa sua programação oficial. Até o site oficial ficar pronto, vale acompanhar as novidades no blog: ww.espacofluxo.blogspot.com e no Twitter, www.twitter.com/espacofluxo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s